Check-up de saúde: com que idade começar?

A medicina preventiva está em alta. Saiba quando está indicado realizar um check-up...

A medicina preventiva está em alta. Pedidos de check-up são muito frequentes no consultório tanto de endocrinologistas quanto de cardiologistas e clínicos gerais.  Neste artigo, vamos falar sobre quais exames são importantes nas consultas de revisão.

Atenção: a consulta médica é fundamental para determinar quais destes exames são realmente indicados, de maneira individualizada. A entrevista e exame físico são importantes em direcionar o rastreio para doenças específicas e evitam a realização de exames desnecessários.
Vamos revisar quais são os exames sugeridos pela literatura médica para prevenir doenças metabólicas?


- Colesterol e triglicerídeos: 
Início: aos 17 anos é recomendada uma avaliação isolada, se normal, repetir aos 25 anos em homens e 35 anos em mulheres
 Frequência: 1x por ano se alterados ou fatores de risco
-- Grupos de risco: fumantes, obesos, histórico familiar de doenças cardíacas, pessoas com pressão alta, diabéticos
Por quê? o tratamento do colesterol pode reduzir doenças cardíacas. Suas taxas têm relação com alimentação e hábitos de vidas que muitas vezes podem ser corrigidos.
Exames disponíveis: Exames de sangue contendo perfil lipídico (colesterol total, HDL, LDL, triglicerídeos)

- Medida da Pressão Arterial: 
Inicio: 18 anos
Frequência:  a cada 3 anos até os 39 anos e 1x por ano a partir dos 40 anos
Por quê? o tratamento da hipertensão arterial é uma das principais formas de reduzir mortes por doenças cardiovasculares (cerebrais e cardíacas).
Exames disponíveis: medir pressão arterial no consultório ou com aparelho em casa por 24 horas (MAPA)

- Diabetes:
Início: 40 anos ou antes se obesidade
Frequência: anualmente
Por quê? o Diabetes pode ser silencioso e aumenta risco de doenças cardíacas, circulatórias, renais e oculares. Pode ser prevenido com controle da alimentação e hábitos saudáveis.
Exames disponíveis
- glicemia de jejum, hemoglobina glicada, curva glicêmica

- Doenças cardíacas:
Início: aos 45 anos, de acordo com risco cardiovascular ou presença de sintomas
Frequência: a cada 3 anos, de acordo com risco cardiovascular
Fatores de risco cardiovascular: tabagismo, diabetes, hipertensão, histórico familiar de doenças cardíacas
Sintomas típicos: dor no peito e cansaço aos esforços que melhora em poucos minutos de repousoPor quê? As doenças cardiovasculares são a maior causa de morte no mundo. O diagnóstico precoce pode orientar o tratamento e a mudança de estilo de vida.
Exames disponíveis
- Eletrocardiograma de esforço: "o teste de esteira", avalia arritmias, capacidade funcional e isquemias que só aparecem com esforço
- Cintilografia Miocárdica: avalia áreas de falta de circulação durante o esforço ou após uma medicação. Envolve radiação.
- Tomografia de tórax para avaliação de escore de cálcio coronariano:uma forma de avaliar a presença de placas de gordura nas artérias do coração. Envolve baixa dose de radiação.

- OBS: estes exames são indicados de acordo com avaliação em consulta do risco cardíaco (fumantes, diabéticos, hipertensos), dos sintomas e exame físico. NEM todas pessoas PRECISAM fazer exames, as vezes uma avaliação médica adequada pode ser suficiente.

- Doenças da Tireoide
Início: idade indeterminada, deve ser realizado em gestantes, histórico familiar ou sinais e sintomas
Frequência: anualmente
Por quê? 
alterações na função da tireoide podem ocorrer em até 10% da população, especialmente em mulheres (até 9x mais). Nódulos na tireoide podem ocorrer em até 30% das pessoas, em menos de 3% são malignos, mas podem causar sintomas. 
Exames disponíveis
- Exames de TSH, T4 livre, ecografia de tireoide

- Osteoporose
Início: mulheres após os 65 anos ou antes se fatores de risco. Homens acima dos 70 anos ou antes se fatores de risco (fumantes, baixo peso, uso de corticoides, doenças reumatológicas e alguns tratamentos para câncer)
Frequência: a cada 2 anos
Por quê? osteoporose é muito frequente e SILENCIOSA. O maior risco são as fraturas de fêmur, que em pessoas idosas tem mortalidade em um ano semelhante a um infarto cardíaco.

Exames disponíveis
- Densitometria Óssea

- Andropausa (deficiência de testosterona em Homens)
Início: quando sintomas sugestivos (baixa potência sexual, queda de libido). NÃO está indicada para todos homens como check-up. Não é recomendada avaliação em mulheres (o exame não é acurado ao detectar níveis baixos)
Por quê? queda nos nível de testosterona pode ocorrer a partir dos 50 anos. É mais frequentes em pessoas acima do peso ou com Diabetes (até 30%). 

Exames disponíveis
- Exames de sangue de Testosterona livre ou total

Este é um guia geral e não substitui a consulta médica.
A  realização de exames servir para detectar precocemente doenças e orientar modificações no estilo de vida. Lembre-se, ter uma vida saudável significa praticar exercícios físicos pelo menos 3x por semana, adotar uma alimentação balanceada, não fumar e ter uma boa qualidade de sono.


Fontes e links interessantes:
Uptodate (site médico pago)

#conteudo2#

#htmlPersonalizado#