O que acontece quando a tireoide funciona demais?

O excesso na produção de hormônios da tireoide (hipertireoidismo) pode causar insônia, perda de peso, arritmias. Saiba mais sobre esta condição.



Olá! Certamente você já ouviu falar na "tireoide que emagrece" ou "tireoide que engorda". Estas denominações podem causar confusão para a população em geral. Neste artigo vou explicar o que acontece quando há excesso na produção dos hormônios da tireoide.

Para que serve a Tireoide?

A tireoide é uma glândula que está localizada no pescoço, em frente a traqueia, entre o "pomo de Adão" (proeminência da laringe no meio da região anterior do pescoço) e a base do pescoço. Ela é responsável por produzir os hormônios T3 e T4. Quem "comanda" a tireoide é a hipófise, uma glândula localizada no sistema nervoso central. A hipófise produz o hormônio TSH que quando em taxas elevadas reflete a falta de função da tireoide e quando em níveis baixos, reflete o funcionamento independente da tireoide (hipertireoidismo ou tireotoxicose
"Tireoide que engorda" e "Tireoide que emagrece" são mitos?

            O excesso de hormônios da tireoide pode sim causar uma perda expressiva de peso (as vezes mais de 20 kg em 6 meses), mas a falta dos hormônios da tireoide dificilmente causa um ganho de peso nesta proporção.

O que é o HIPERTIREOIDISMO?
             É o excesso na produção dos hormônios da tireoide (T3 e T4). Frequentemente está associada ao aumento de tamanho da tireoide (bócio). Entre as principais causas estão a doença auto-imune da tireoide (Doença de Graves) e o bócio multinodular tóxico.

Quais são o sinais e sintomas do HIPERtireoidismo?
            A doença pode se manisfestar meses antes de ser adequadamente diagnosticada. Os sintomas mais comuns são:
    - Perda de peso (com aumento do apetite)
    - Palpitações ou aumento da frequência cardíaca
    - Insônia
    - Tremores nas mãos
    - Intolerância ao calor (sente mais calor que as demais pessoas)
    - Queda de cabelos
    - Irritabilidade e falta de concentração
    - Pele quente e úmida
    - Aumento da frequência evacuatória ou diarréia

Dependendo da causa, podemos ter também alguns sinais físicos:
 - Bócio: a tireoide tem a forma de uma borboleta e se localiza na região anterior do pescoço, o bócio é o aumento de volume e tamanho da tireoide. O tamanho normal da tireoide é de aproximadamente um polegar de cada lado da traqueia. 

- Oftalmopatia: é o acometimento dos olhos pela Doença de Graves (um tipo de hipertireoidismo). Há a protusão do globo ocular, eritema (vermelhidão) e retração palpebral, configurando uma " face de espanto"

Como é feito o dianóstico
O diagnóstico requer a avaliação laboratorial dos hormônios que determinam a função da tireoide (TSH, T3 e T4). Dosagens na saliva ou em fios de cabelos não são validadas para o diagnóstico. O quadro laboratorial geralmente é de TSH baixo e e T4 e T3 altos. 

Como é feito o tratamento?
O tratamento é proposto de acordo com o quadro clínico. Em geral se inicia com as medicações que inibem a produção dos hormônios da tireoide. O uso da terapia com o iodo radioativo também pode ser indicada de acordo com a gravidade ou tempo de doença. O tratamento cirúrgico raramente é utilizado e fica reservado para pacientes com nódulos suspeitos da tireoide ou aumento muito importante da glândula.

O médico especializado em distúrbios da tireoide é o endocrinologista. A avaliação correta das características dos nódulos, da função hormonal e da indicação de tratamento pode ser complexa, sendo necessária uma avaliação mais especializada com o Endocrinologista. 


#conteudo2#

#htmlPersonalizado#