Visão borrada? Dificuldade para manter o foco? Pode ser Diabetes!

Você sabia que a Diabetes é uma das maiores causas de cegueira? Saiba quais são os sintomas e como evitar a perda de visão.

Os olhos são um dos principais alvos do Diabetes. Nos Estados Unidos, atualmente o Diabetes é o principal responsável pela perda de visão em adultos (no Brasil ainda fica atrás da catarata e do glaucoma). Níveis altos de açúcar no sangue podem comprometer a visão de várias formas. Neste artigo, vou explicar os principais mecanismos de lesão pelo Diabetes.

Descontrole agudo do Diabetes:

O aumento rápido e persistente das taxas de açúcar compromete o cristalino (a lente do olho) através do fenômeno da osmolaridade.

Uma dúvida frequente no consultório:

Doutor, meu oftalmologista não quis trocar o “grau” dos meus óculos até eu controlar o Diabetes, está certo? oculos

                Sim, o aumento da glicose altera as propriedades do cristalino (lente do olho). É como se a nossa lente natural variasse de acordo com os níveis de açúcar. Desta maneira, você pode encomendar um par de óculos e eles não servirem mais após controlar o Diabetes.

Descontrole Crônico do Diabetes

Retinopatia Diabética (alteração no “fundo do olho”)

                A principal forma de perda de visão causada pelo Diabetes é a retinopatia Diabética. A Retina é a camada do fundo do olho, onde é “absorvida” a imagem.

Como começa a lesão na retina pelo Diabetes:

Na retina, existem diversos pequeninos vasos sanguíneos para manter o suprimento de nutrientes. Pessoas com Diabetes apresentam “entupimento” destes vasos. Ao perceber isto, nosso organismo “cria” novos vasos para irrigar estas áreas. O problema é que estes novos vasos ou “neovasos” são malformados e “estouram” com frequência. Este extravasamento de sangue provoca o descolamento da retina e a hemorragia vítrea, causando a perda aguda da visão.

Quais são os fatores de risco para desenvolver a lesão?

 Diabetes com mau controle (Hemoglobina Glicada > 7% ou glicemia > 150 mg/dL)

 Longo tempo de Diabetes (mais de 5 anos)

 Gestação

 Pressão Alta (hipertensão)

 Doença Renal (ou perda de proteína no rim)

 Altos níveis de Colesterol           

Quais são os sintomas?

                A doença geralmente é silenciosa. Mesmo em pacientes com lesões graves, a visão encontra-se preservada. Geralmente a perda de visão ocorre rapidamente durante o descolamento da retina ou a hemorragia do vítreo. Sintomas como pontos brilhosos como se fossem “pequenas moscas voando” indicam avaliação urgente com oftalmologista.

Como é feito o diagnóstico?

                Através do exame de fundo de olho feito por um oftalmologista. Além disso, o médico pode solicitar uma angiografia da retina.

Como é feita a prevenção?

                Todo paciente com Diabetes tipo 2 deve realizar o exame de fundo de olho logo ao descobrir a doença. O exame é feito pelo oftalmologista com o uso de colírios para dilatar a pupila. Não causa dor.

O exame de fundo de olho deve ser repetido todos os anos.

Como evitar o surgimento da lesão na retina?fundo de olho

O controle dos níveis de glicose é fundamental. Manter a hemoglobina glicada sempre abaixo de 7%. Controlar a pressão arterial (<140/80) também é importante.

Como é feito o tratamento?

                Fotocoagulação a laser: feito pelo oftalmologista com uso de colírio anestésico, com paciente sentado, sem necessidade de internação. O laser “queima” os vasos deficientes ou pequenas porções da retina que estão estimulando o surgimento dos vasos deficientes.

                Medicamentos (injeções intra-oculares): alguns medicamentos novos estão surgindo como complemento ao laser. São substâncias que diminuem a proliferação dos novos vasos. O tratamento é realizado pelo oftalmologista com uma aplicação dentro do olho (vítreo) sem necessidade de internação.

Outras lesões agravadas pelo Diabetes

Catarata:

                A presença de catarata é mais frequente em Diabéticos e pode aparecer em pessoas mais jovens. Ela causa visão borrada e até mesmo uma macha branca opaca na área central do olho.

Glaucoma

                O glaucoma ocorre 1,4 x mais em Diabéticos em relação aos demais indivíduos.

Lesões na córnea

                A córnea é a camada externa do olho. Infecções após traumas na córnea são mais frequentes e graves em Diabéticos. Deve-se ter atenção redobrada ao usar lentes de contato.


Fontes e links interessantes:















#conteudo2#

#htmlPersonalizado#